Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/12/21 às 15h34 - Atualizado em 21/12/21 às 18h10

Transporte público no DF tem ampliação de ônibus em 2021

 

Semob realiza mais de 700 intervenções no sistema para garantir um melhor atendimento aos passageiros

 

 

Os passageiros de ônibus do DF tiveram o reforço de 25 novas linhas e 101 ampliações de itinerários em 2021. Essas medidas foram algumas das mais de 700 intervenções que a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) realizou para melhorar o transporte público coletivo local neste ano. Desse total, mais de 630 mudanças foram feitas no serviço básico e outras 70 no rural.

 

Essas melhorias foram feitas para atender a usuários de todo o DF, a exemplo da região do Sol Nascente/Pôr do Sol, de Água Quente (Recanto das Emas), da Colônia Agrícola 26 de Setembro (Vicente Pires), do Núcleo Rural Monjolo (Planaltina), da Ponte Alta (Gama), do Setor Alto da Boa Vista (Fercal), além do Morro da Cruz e do Assentamento 1º de Julho (ambos em São Sebastião).

 

Entre as principais medidas tomadas, além da criação de novos serviços e de ampliação dos trajetos, estão alterações na tabela horária e reativação de linhas.

 

“Todas essas ações foram realizadas pela Semob, principalmente, após pedidos feitos pelos passageiros. É um trabalho contínuo que nossos técnicos realizam para prestar um melhor serviço à população”, esclarece o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro.

 

“Mesmo com a pandemia da Covid-19, quando tivemos uma redução de cerca de 50% na quantidade de passageiros, continuamos monitorando o sistema e analisando as solicitações enviadas pelos usuários para ampliar a oferta de transporte coletivo”, completa o subsecretário de Operações, Márcio Antônio de Jesus.

 

Atualmente, a frota do DF é composta por 2.815 ônibus, que funcionam em 858 linhas, fazendo uma média de 20 mil viagens por dia. O sistema de transporte público é operado por seis empresas (Piracicabana, Pioneira, Urbi, Marechal, São José e TCB), uma cooperativa (Cobrataete) e 10 permissionários que prestam o serviço rural.

 

Principais mudanças

 

Uma das linhas criadas foi a 197.6, que passou a ligar o Morro da Cruz até a Rodoviária do Plano Piloto, passando pela Ponte JK e pela Esplanada dos Ministérios.

 

Para o Setor Habitacional Água Quente, foram disponibilizadas duas novas linhas: a circular 340.1 e a 304.3, que vai até a Estação Metrô de Samambaia, onde os passageiros podem fazer a integração.

 

Os moradores da Ponte Alta ganharam a linha 3212, que vai até o terminal de integração do BRT do Gama, passando pela DF-475. Com a nova linha, esses passageiros tiveram o deslocamento facilitado até o Posto de Saúde e ao Centro de Ensino Fundamental Ponte Alta Norte.

 

Os moradores da área rural também foram atendidos com mais opções de linhas de ônibus. O Núcleo Rural Monjolo, por exemplo, passou a ser atendido pela circular 0.649 de Planaltina. As comunidades do Assentamento 1º de julho e Aguilhada, na região de São Sebastião, foram beneficiadas com a criação da linha 190.4. Já os moradores da Chapada, área rural do Jardim Botânico, passaram a ser atendidos pela linha 0.126.

 

A região administrativa Sol Nascente e Pôr do Sol foi beneficiada com a criação das linhas 942.2, 932.3 e 385.1, além da alteração dos itinerários de nove linhas, que agora passam pelo Trecho III e pela Chácara 76 com destino ao Plano Piloto, Taguatinga e Águas Claras.

 

Por sua vez, os moradores da Colônia Agrícola 26 de Setembro ganharam uma linha direta, a 0.966, para a Rodoviária do Plano Piloto.

 

Sugestões

 

Os passageiros podem fazer pedidos de criação, alteração de itinerários e aumento na quantidade de viagens das linhas de ônibus por meio do 162 ou pelo site: www.ouv.df.gov.br. As manifestações são objetos de estudo da equipe técnica da Semob, que faz as intervenções sempre que houver demanda por transporte público coletivo.